Vamos falar sobre ansiedade... e pânicoooooo!

Em situações de ansiedade e pânico quando é que devemos recorrer à intervenção

farmacológica e/ou ao acompanhamento psicológico?


Nestas situações a pessoa deve recorrer ao apoio psicológico e/ou farmacológico

quando sentir que os ataques causam mau estar significativo com o qual não

conseguem lidar, ou sofrimento recorrente afeta a pessoa nas várias áreas da

sua vida. Por vezes, pode ser benéfico aliar a psicoterapia à intervenção

farmacológica, principalmente quando existem outras comorbilidades, por

exemplo quadros depressivos, perturbação obsessiva-compulsiva, entre outras.

Ou por exemplo quando a pessoa tem ataques de pânico recorrentes e procura

um efeito imediato.


Saiba mais



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo